Pedro Maia Soares - Grupo Companhia das Letras
Frete grátis para todo o Brasil em compras a partir de R$ 99
0
Carrinho
Autor|Tradutor / Pedro Maia Soares
PEDRO MAIA SOARES
AVISE-ME SOBRE NOVOS LIVROS DESTE AUTOR


#PedroMaiaSoares
Catálogo
Companhia das Letras

Do fim da dinastia Ming ao massacre da praça da Paz Celestial, quatrocentos anos de história chinesa percorridos pelo insigne professor de Yale, em edição fartamente ilustrada. Leia +
Companhia das Letras

Um amplo painel histórico sobre como se formou o hábito de ler - essa paixão que conta com adeptos fervorosos em todo o mundo, em todos os tempos. Leia +
Companhia das Letras

Quem eram os escravos que moravam no Rio de Janeiro no início do século XIX? Como viviam? Como morriam? Neste ensaio clássico, a historiadora americana Mary C. Karash desfaz mitos e revela em toda a sua amplitude o fardo da servidão brasileira. Leia +
Companhia das Letras

Dois tipos não exatamente atléticos percorrem a Trilha dos Apalaches (EUA), o maior caminho a pé para excursões no mundo. A experiência resulta num relato irreverente e crítico sobre destruição ecológica e estragos causados pelo turismo. Para quem admira a natureza selvagem, mas ao mesmo tempo adora os prazeres da civilização. Leia +
Companhia das Letras

Uma reflexão sobre a evolução do pensamento histórico na Europa, do século XIX ao modernismo. Carl E. Schorske mostra a necessidade de se usar a história para refletir sobre o presente - e mostra que ela tem muito a oferecer às outras áreas do conhecimento humano nestes tempos pós-modernos. Leia +
Companhia das Letras
Uma crônica da permissividade americana nas décadas de 1960 e 1970

Talese mergulha fundo na intimidade de seus contemporâneos, traça um fascinante painel da mudança de costumes sexuais que varreu os Estados Unidos nas décadas de 1960 e 70 e recompõe a trama cerrada das relações entre sexo, pornografia, religião e censura no país. Chocante ao ser lançado em 1980, A mulher do próximo é hoje um clássico. Leia +
Companhia das Letras

Durante boa parte do século XX, The New York Times exerceu "o quarto poder" nos Estados Unidos. A história do jornal mais influente do mundo é apresentada aqui pelo editor Gay Talese, num clássico da história do jornalismo que ergue diante de nós o reino da imprensa, com suas lutas, conflitos e manipulações. Leia +
Companhia das Letras

Nesta coletânea de ensaios, o autor de Uma história da leitura manifesta sua crença no poder das palavras e sua fé no ato de ler e escrever. Através de histórias pessoais e reflexões literárias, Alberto Manguel conduz o leitor num passeio pelos prazeres e responsabilidades da arte da leitura. Leia +
Companhia das Letras

Um guia de viagem sobre lugares inventados pela literatura universal e brasileira - como Oz, Xanadu, Atlântida, o País das Maravilhas, o Sítio do Pica-Pau Amarelo e Pasárgada. Cenários consagrados existem ao lado de lugares menos conhecidos - mas não menos surpreendentes -, como Hooloomooloo, Frívola e Cacklogallinia, entre outros. Leia +
Companhia das Letras

Reunião de ensaios de um dos maiores intelectuais da atualidade. O palestino Edward Said analisa autores de filosofia e literatura, como Conrad, Nietzsche, Vico, Lukács e Foucault, além de temas essenciais ligados à política, à antropologia, à música e à importância dos intelectuais no mundo atual, em que o exílio se tornou condição inescapável. Leia +
Companhia das Letras

Paul Auster organiza uma antologia de histórias escritas por americanos de diversas idades, profissões e classes sociais. O livro traz coincidências dolorosas, lances trágicos e cômicos, confusões familiares e eventos que se recusam a obedecer às leis do senso comum. Leia +
Companhia das Letras
STÁLIN (2006)

Nesta biografia de Stálin e de seus assessores mais próximos, os chamados "magnatas", Simon Sebag Montefiore expõe em minúcia a vida cotidiana e os bastidores do Kremlin, num período marcado por suspeitas, perseguições, execuções e terror generalizado. Leia +
Companhia das Letras

Misturando jornalismo documental e técnicas literárias da ficção, George Orwell narra sua experiência radical de viver na pobreza extrema em Paris e Londres, no final do anos 20, num relato pioneiro publicado pela primeira vez em 1933. Posfácio de Sérgio Augusto. Leia +
Companhia das Letras
FILME (2005)

Ao acompanhar a realização de um filme de John Huston, a jornalista Lillian Ross compõe um quadro que revela os meandros da indústria cinematográfica americana e o ambiente controvertido de Hollywood. Com apresentação de Matinas Suzuki Jr. e posfácio de Davi Arrigucci Jr. Leia +
Companhia das Letras

Duas histórias verídicas revelam facetas inesperadas do funcionamento da sociedade e da cultura escravista brasileira do século XIX - com suas regras e exceções, caprichos e ambigüidades - e lançam nova luz sobre o papel da mulher nas engrenagens da escravidão. Leia +
Companhia das Letras

Um dos economistas mais conceituados da atualidade examina dois séculos de pobreza ao redor do globo e apresenta uma proposta para erradicar a miséria até 2025. Prefácio de Bono e de Rubens Ricupero. Leia +
Companhia das Letras

Neste romance, Norman Mailer faz um retrato ficcional da família, da infância e da adolescência de Adolf Hitler, em busca de uma explicação para a malignidade monstruosa do ditador nazista. Leia +
Companhia das Letras
como dar certo

Em linguagem acessível e com a autoridade e o conhecimento de quem já foi economista-chefe do Banco Mundial, Stiglitz traz idéias concretas e inovadoras para reformar a globalização e fazer do mundo um lugar menos desigual, mais democrático e saudável. Leia +
Companhia das Letras

Em textos escritos ao longo de duas décadas sobre tópicos que vão desde os dilemas do pacifismo até a decadência dos pubs londrinos, George Orwell emerge como um agudo observador do mundo e ao mesmo tempo um combatente incansável contra a hipocrisia política e a covardia intelectual. Leia +
Companhia das Letras
CALOR (2007)

Para traçar o perfil de um grande chef de cozinha americano, Bill Buford troca o conforto do escritório de uma revista literária pelo calor estressante de uma cozinha. E depois de muito suor, dedos quase decepados, bolhas e mais bolhas de queimaduras, ele serve ao leitor uma narrativa saborosa, engraçada e reveladora dos segredos do mundo da alta gastronomia. Leia +
Companhia das Letras

Esta biografia sobre a juventude do ditador soviético traz à tona elementos fundamentais para entender a natureza paranóica e a frieza do regime de terror stalinista. Do autor de Stálin: a corte do czar vermelho. Leia +
Companhia das Letras
BORGES (2011)

Com base em fontes anteriormente desconhecidas ou fora do alcance dos pesquisadores, Borges revela o lado humano do escritor: suas relações com uma família complexa, as dificuldades de relacionamento com as mulheres e as profundas raízes argentinas desse escritor cosmopolita. Leia +
Companhia das Letras
HITLER (2010)

Considerada pela imprensa internacional a biografia definitiva do ditador alemão, Hitler, do historiador inglês Ian Kershaw, alia fluência narrativa e rigor histórico para contar a vida da personalidade mais sinistra do século XX. Leia +
Companhia das Letras
ESCUTA SÓ (2011)

Em Escuta só, Alex Ross reúne momentos significativos de sua premiada carreira de crítico musical, revelando insuspeitas conexões entre gêneros, autores, estilos e épocas. Leia +
Companhia das Letras

A correspondência reunida de Orwell possibilita ao leitor seguir de perto o cotidiano pessoal e profissional do autor de 1984, esclarecendo aspectos pouco conhecidos de sua biografia e bastidores de sua produção literária. Leia +
Companhia das Letras
STEVE JOBS (2011)

De Walter Isaacson, autor das famosas biografias de Benjamin Franklin e de Albert Einstein, esta é a biografia exclusiva de Steve Jobs, da Apple, elaborada a partir de inúmeras entrevistas com o próprio Jobs, seus amigos e desafetos. A figura que emerge da escrita clara e precisa de Isaacson é absolutamente fascinante, em toda a sua complexidade. Leia +
Companhia das Letras
FRANK (2013)
a voz

A ascensão, a queda e o renascimento para o sucesso do maior cantor americano de todos os tempos. Leia +
Companhia das Letras
Ifigênia em Forest Hills

Em outro livro de tirar o fôlego, um dos grandes nomes do jornalismo americano se volta a um julgamento aparentemente solucionado, mas que, sob seu olhar agudo e faro apurado, será posto em xeque. Leia +
Companhia das Letras
NOVENTA DIAS (2013)

Continuação do best-seller Retrato de um viciado quando jovem, relato da descida ao inferno de um brilhante agente literário nova-iorquino usuário de crack, Noventa dias é o diário da penosa recuperação do vício. Leia +
Companhia das Letras

Os bastidores da investigação criminal mais controversa do século XX. Leia +