Zahar

Assunto » Ciências Sociais

Carlos Fausto
Descobrindo o Brasil

Um mundo se desenvolveu por milênios à margem do Ocidente e do Oriente, até um dia ser descoberto e conquistado.

Gilberto Velho
Antropologia Social

Analisando desde a evolução social e urbana de Copacabana até o mundo do fado e do rap em Portugal, esse volume é resultado de uma dobradinha entre atuantes cientistas sociais brasileiros e lusos,

Zygmunt Bauman

Abertamente desafiador e escrito por um dos principais pensadores sociais da atualidade, esse livro apresenta um balanço inovador das questões levantadas pelo debate modernidade/pós-modernidade.

Perry Anderson

Como surgiu a noção do pós-moderno? Quem forjou o termo? Por que seu sentido mudou ao longo do século? A que propósitos serve?

Zygmunt Bauman

Sem intencionar oferecer todas as respostas sobre o tema, o sociólogo polonês mostra nessa detalhada história da globalização as raízes e as consequências desse processo, tentando dispersar um pou

Verena Alberti
Antropologia Social

Tomando como referência textos de consagrados pensadores, a autora analisa as teorias sobre o riso, desde a Antiguidade até os dias atuais, e a constante tensão entre o riso e o pensamento.

Zygmunt Bauman

Vencedor do prêmio Amalfi, concedido ao melhor livro de sociologia publicado na Europa em 1989, Modernidade e Holocausto discute o que a sociologia pode nos ensinar sobre o Holocaust

Norbert Elias

Nessa obra que aproxima a sociologia da filosofia, Norbert Elias sustenta que o tempo não existe em si mesmo - ao contrário do que afirmavam Kant ou Newton -, sendo antes de tudo um símbolo social

Zygmunt Bauman

Zygmunt Bauman faz uma vigorosa reflexão sobre as ansiedades modernas, estabelecendo nexos diretos com o famoso O mal-estar da civilização, de Freud.

Pierre Bourdieu

Composto de três textos – os dois primeiros reproduções de um curso do Collège de France transmitido pela televisão francesa –, esse livro de Pierre Bourdieu disseca e desmonta os mecanismos de ce

Norbert Elias

Ao analisar o desenvolvimento social da Alemanha desde o século XVII até os dias de hoje, Norbert Elias investiga a personalidade, a estrutura social e o comportamento do povo alemão, lançando nov

Celso Castro
Antropologia Social

Em 15 de novembro de 1889, um grupo de militares derrubou a Monarquia e proclamou a República no Brasil. Esse livro traz uma nova versão dos acontecimentos, unindo história e antropologia.

Hermano Vianna
Antropologia Social

Como o samba, música de morro discriminada pelo resto da população e reprimida pela polícia, transformou-se em símbolo da identidade nacional?

Norbert Elias

O livro traz à tona um Norbert Elias apaixonado por música.

Norbert Elias

Composto de três ensaios interrelacionados, esse livro aborda a relação entre a pluralidade de pessoas e a pessoa singular a que chamamos "indivíduo".

Gilberto Velho
Antropologia Social

Organizado em torno de assuntos palpitantes como religião, política, desvio, drogas, literatura e violência, Projeto e metamorfose é certamente mais uma importante contribuição de Gilberto Velho p

Edward W. Soja

Escrito por um dos mais destacados geógrafos norte-americanos, Geografias pós-modernas contesta a tendência – ainda dominante na maior parte da ciência social – a reduzir a geografia humana a um m

Norbert Elias

Neste segundo volume, Norbert Elias examina as condições sociais, econômicas e políticas que provocaram mudanças na sociedade europeia, desde os tempos de Carlos Magno até o século atual.

Felippe Augusto de Miranda Rosa

Nessa obra pioneira no Brasil, o professor Miranda Rosa formula uma proposição teórica relevante a respeito da relação entre o direito e os comportamentos de desvio às normas socialmente aprovadas

Celso Castro
Antropologia Social

Esse livro é fruto da primeira pesquisa antropológica realizada numa instituição militar brasileira.

Páginas