Zahar

R$ 79,90
R$ 54,90

Ficha Técnica

Lançamento: 19/4/2018
Assunto: Teatro
Tradutor: Barbara Heliodora
424 páginas
16x23cm
1ª edição
ISBN: 9788537817469
eISBN 9788537817551
Código: Z1727

O Teatro do Absurdo

                
Assunto: Teatro

Leitura essencial para amantes e estudiosos de teatro

Criada pelo próprio Martin Esslin, a expressão "Teatro do Absurdo" tornou-se o termo consagrado para descrever e classificar peças surgidas após o fim da Segunda Guerra e que tratam da solidão e da perplexidade do homem com a vida moderna.

Influenciado pelo existencialismo e pelas experiências cênicas da geração dadaísta, o Teatro do Absurdo reuniu uma gama de autores com opções estéticas diversas e promoveu uma revolução, deixando profunda marca na dramaturgia que se fez dali em diante. Seu impacto não foi sentido apenas pelos artistas, mas também pelo público, que discutia incansavelmente os espetáculos desconcertantes a que assistiam.

Com admirável frescor e lucidez, Esslin mostra como Beckett, Ionesco, Pinter e outros estilhaçavam convenções dramáticas e transmitiam a sensação de se viver num mundo sem sentido. Ele analisa com rigor crítico o trabalho desses dramaturgos seminais, em peças marcantes: Esperando Godot, A cantora careca, O rinoceronte, Piquenique no front, As criadas, Festa de aniversário, História do zoológico e tantas outras.

Esta edição retoma a tradução original de Barbara Heliodora e a apresentação do jornalista, escritor e crítico teatral Paulo Francis para a primeira edição brasileira, publicada pela Zahar em 1968. Com atualizações e acréscimos, traz também um novo prefácio do autor, inédito em português.

Compartilhe

Comentários

Rostabal Tadeu ...

Quando este livro será disponibilizado para compra em Belo Horizonte?

27 de Abril de 2018

zahar

Olá! O livro já está disponível para compra aqui no site e entrega em BH. Em relação à distribuição nas livrarias, esta depende dos pedidos das lojas ao nosso departamento comercial.

02 de Maio de 2018

Kley Coelho

Olá. Essa edição traz as peças também ou é um etudo sobre as peças?

05 de Maio de 2018

zahar

Olá, Kley. Essa edição traz um estudo sobre as peças e o movimento do Teatro do Absurdo.

09 de Maio de 2018

Comentar