Zahar

Blog da editora

Confira os livros que mais fizeram sucesso em 2015!

02 de Janeiro de 2016

O fim do ano é o período clássico de balanço e de expectativas para uma nova fase que sempre parece promissora. 2015 foi um ano cheio de boas leituras, clássicos editados com esmero e lançamentos imperdíveis. Confira a lista dos livros que mais fizeram sucesso entre os nossos leitores esse ano. Será que o seu título favorito publicado pela  Zahar está entre eles? 

O primeiro semestre do ano teve como destaque a releitura de um clássico. Hamlet ou Amleto?, de Rodrigo Lacerda, conquistou adultos e adolescentes com uma adaptação que não apenas reconta a história do príncipe Hamlet, tal qual Shakespeare a escreveu, mas põe o jovem leitor curioso (e também o adulto preguiçoso) em contato direto com a força de sua poesia dramática. Um outro destaque foi o inovador O poder do pensamento matemático, em que Jordan Ellenberg nos mostra que a matemática está em todo lugar e que se relaciona com questões do nosso cotidiano. 

  

O sociólogo polonês Zygmunt Bauman também dominou a lista dos livros que mais fizeram sucesso, com 3 títulos! Nos livros A riqueza de poucos beneficia a todos nós? , Amor líquido e Modernidade líquida, Bauman aprofundou suas discussões notáveis sobre distribuição de renda no mundo, as ligações afetivas na pós-modernidade e o seu conceito célebre de liquidez. Os Clássicos Zahar também tiveram seu espaço especial entre os leitores: O Pequeno Príncipe chegou em edição bolso de luxo, e encantou leitores de todas as gerações. Os fãs de suspense fizeram duas obras do Arthur Conan Doyle entrarem na lista, em suas versões bolso de luxo: Um estudo em vermelho e As aventuras de Sherlock Holmes. Estreiando em edição comentada dos clássicos Zahar, Drácula arrebatou leitores com a narrativa minuciosa de Bram Stoker.

      
    

Clássicos veteranos em edição bolso de luxo também continuaram fazendo sucesso: Mais uma vez leitores se encantaram com O mágico de Oz, os Contos de fadas e, é claro Alice. Aliás, teve dobradinha de Lewis Carroll com Alice: edição comemorativa - 150 anos, que também foi uma favorita dos leitores. Mas os moderninhos também tiveram espaço. Le freak, autobiografia de Nile Rodgers, fez todo mundo querer voltar para as pistas de dança dos anos 80. E Pense como um artista, do Will Gompertz, veio para mostrar que a criatividade é a habilidade que vai revolucionar as relações humanas. De primatas a astronautas, de Leonard Mlodinow, que narra a odisseia da espécie humana em busca do conhecimento também intrigou leitores e, com isso, conquistou seu lugar na lista. 

     

    

O polêmico Zelota, resultado de uma pesquisa meticulosa do acadêmico Reza Aslan, busca entender quem foi Jesus de Nazaré reconstruindo com maestria a Palestina do século I. Fechando a lista junto com Aslan, está O andar do bêbado, eleito um dos 10 melhores livros sobre ciência pela Amazon, também de Leonard Mlodinow. Mas você acha que é só isso? Os leitores da Pequena Zahar também têm os seus livros favoritos! Diário de Pilar na África, o premiado A Raiva e o sensível Lá e Aqui conquistaram os nossos pequenos leitores.       

Categorias: Notícias