Zahar

Blog da editora

4 clássicos escritos por mulheres à frente de seu tempo

07 de Março de 2018

1.  Frankenstein

O marco fundador da ficção científica foi escrito por Mary Shelley quando ela tinha dezenove anos.  Acredita-se que o primeiro rascunho da história tenha sido escrito despretensiosamente em uma competição com o poeta Lord Byron e com Percy Shelley, marido da autora.

Esse ensaio sobre a prepotência humana e a solidão em sociedade é contado a partir da história do cientista Victor Frankenstein e de sua luta por trazer à vida matéria inanimada. Quando finalmente consegue tornar vivo um ser construído a partir de retalhos humanos, Victor foge da sua própria criação, e é a partir daí que ganha forma a eletrizante história escrita por Shelley.

>> Conheça a edição comentada

>> Leia um trecho 

2.  O morro dos ventos uivantes

Brilhante, Emily Brontë teve uma vida breve e, com um único romance, entrou para história como uma das maiores escritoras de todos os tempos. A autora de O morro dos ventos uivantes publicou seus escritos usando o pseudônimo Ellis Bell. Em inglês, Ellis é um nome que pode ser usado para qualquer um dos gêneros, mas ninguém considerou que a obra pudesse ter sido escrita por uma mulher até a reedição do livro, após a morte de Emily, quando essa informação foi divulgada.

Nessa história de amor, vingança e devastação, acompanhamos a trajetória de Catherine Earnshaw e seu irmão adotivo Heathcliff, numa trama que revela o pior da essência humana quando submetida à humilhação.

>> Conheça a edição comentada

>> Leia um trecho

3.  Mary Poppins

Pamela Lyndon Travers, mais conhecida pelo público como P.L. Travers, escreveu diversos livros, lidos por adultos e crianças, mas é conhecida e lembrada sobretudo por Mary Poppins.

Sua personalidade forte e o controle obsessivo que tinha com a sua história e personagens são retratados no filme Walt nos bastidores de Mary Poppins , que fala sobre a adaptação do livro para o cinema e do relacionamento difícil de Travers com o próprio Walt Disney.

>> Conheça a edição comentada e ilustrada

>> Leia um trecho

4.  Persuasão

Jane Austen escreveu prolificamente e desde muito jovem, legando romances, contos, novelas e outros textos curtos e avulsos. Reconhecida como grande observadora de seu tempo, a marca de sua obra é a crítica social revestida por uma ironia fina. Persuasão, seu último romance, mostra a autora no ápice de sua maturidade criativa.

>> Conheça a edição comentada

>> Conheça a edição bolso de luxo

>> Leia um trecho

 

 

Categorias: Lançamentos